Layout de Armazém: a importância para a logística da sua empresa

Para uma logística eficiente, é preciso apelar para estratégias que reduzam gastos e desperdícios, que otimizem o espaço, que aumentem a produtividade e a qualidade dos serviços.

A armazenagem é uma etapa fundamental da logística e da cadeia de suprimentos. Apesar das novas estratégias estimularem que as mercadorias permaneçam o mínimo possível de tempo nos armazéns, elas precisam de uma boa infraestrutura para garantir eficiência dos processos de armazenagem e estocagem.

Veja por que é importante, para a logística, desenvolver um bom layout de armazém!

O que é layout de armazém

Vamos, primeiramente, analisar o conceito. Layout de armazém é o modo como as áreas destinadas à armazenagem estão dispostas e divididas, de maneira que favoreçam as operações e aproveitem com eficiência todo o espaço disponível.

Para definir o melhor layout de armazém, é necessário considerar critérios como:

  • otimização do espaço;
  • volume de saída dos produtos;
  • movimentação de equipamentos e de materiais;
  • impactos na produtividade.

Para definir o melhor layout, é fundamental, portanto, fazer um planejamento minucioso. Abaixo, os pontos importantes a considerar nesse planejamento.

A organização dos itens com maior demanda

O giro de materiais influi no tempo com que os pedidos são separados (picking) e expedidos. Para tornar esse processo mais ágil, convém colocar os produtos com maior saída perto da área de expedição, reduzindo assim a distância percorrida. Também devem ficar organizados em altura moderada, tornando mais simples sua identificação.

Os itens de menor giro, ao contrário, devem ficar situados em áreas mais distantes e em pontos mais elevados, pois não são solicitados com muita frequência.

O armazenamento por grupos

Outra recomendação importante para organizar o layout de armazém é separar os produtos por grupos, facilitando a entrada e a saída deles.

Para esse armazenamento, pode-se considerar a natureza de cada produto ou o momento em que eles entram e saem do armazém.

O tamanho dos materiais

É importante considerar o tamanho dos materiais, pois as dimensões influem diretamente no aproveitamento espacial.

Quando se armazenam, por exemplo, mercadorias pequenas em áreas grandes, isso se reflete negativamente no aproveitamento do espaço. Desse jeito, haverá desperdícios e prejuízos para a empresa.

De forma similar, quando se concentram itens grandes em espaços muito apertados, perde-se na qualidade da mobilidade, acessibilidade e segurança dos materiais. Facilmente, eles poderão sofrer danos, resultando em prejuízos financeiros.

As características dos produtos

É preciso organizar o layout de armazém de acordo com as características de cada produto. Dependendo de sua natureza, podem ser necessários cuidados especiais na estocagem.

Nesse sentido, é preciso considerar fatores como temperatura, umidade, ventilação, iluminação, peso, espaço, fragilidade, periculosidade e outras coisas.

Respeitando as características dos produtos, é possível manter sua integridade e validade, aumentando, muitas vezes, sua durabilidade.

O posicionamento das portas

A função das portas é dar acesso a outro ambiente. Uma porta mal localizada, que fica bloqueada, de difícil acesso, não serve de nada.

Em suma, as portas devem contribuir para dar passagem a pessoas, produtos e equipamentos sempre que isso for necessário.

Não se devem colocar portas desnecessárias ou deixá-las sempre abertas (pois, isso pode comprometer a eficiência dos trabalhos).

A questão da limpeza

Um armazém sujo é foco de doenças, acumulando poeira, atraindo ratos e insetos, dificultando a identificação dos materiais e facilitando a ocorrência de acidentes, inclusive com os itens estocados.

É preciso manter o local sempre limpo e higienizado. Além de ter profissionais e equipamentos específicos para realizar essas operações, os próprios empregados do armazém devem zelar do lugar, evitando sujá-lo e colocando os resíduos e lixo em geral no local apropriado.

A eficiência do espaço

Outro ponto a levar em conta no layout de armazém é a necessidade de planejar o espaço de modo a facilitar a acessibilidade, otimizando o uso dos equipamentos e a movimentação das mercadorias.

O espaço eficiente favorece a gestão do armazém e reduz o tempo de trabalho, já que as operações acontecem com mais naturalidade, sem que uma interfira negativamente sobre a outra.

Espaços sem planejamento envolvem, geralmente, obstáculos à execução de algumas atividades simultâneas, devido à falta de acessibilidade. Por exemplo, em um espaço mal planejado, uma empilhadeira em funcionamento pode atrapalhar a tarefa de conferência de produtos.

As vantagens de planejar o layout de armazém

Depois de considerar as melhores maneiras de organizar o layout de armazém, vale a pena conferir os benefícios que ele traz para a logística da empresa.

Aproveitamento otimizado do espaço

Quando o gestor estuda as necessidades do armazém para planejar seu layout, o espaço acaba sendo mais bem aproveitado, evitando criar estoques apertados ou amplos demais.

Será possível fazer o armazenamento de uma quantidade maior de produtos utilizando o espaço disponível na construção.  

Os sistemas de armazenagem podem influir nessa ocupação, aproveitando-se o espaço vertical para economizar áreas no espaço horizontal. O armazenamento a céu aberto de determinadas mercadorias também pode ajudar a otimizar espaço no armazém.

Melhor movimentação dos materiais

Com o espaço melhor aproveitado, as mercadorias, as pessoas e os equipamentos usufruirão de melhor movimentação interna. Os trabalhos são executados com eficiência e naturalidade, sem que uma operação atrapalhe o desenvolvimento de outra.

A movimentação fluida dentro do armazém também favorece as áreas de estoques, já que elas não ficarão comprometidas e haverá menos riscos de danos para os produtos.

Aumento da produtividade

Com um layout de armazém bem organizado, os níveis de produtividade naturalmente vão aumentar.

Os funcionários poderão trabalhar dentro do espaço ideal, tendo à mão os recursos necessários, sem a necessidade de ficar dando paradas ou ficar corrigindo erros (retrabalhos) devidos à má organização espacial. Também se reduzem os riscos de acidentes, que geram queda na produtividade na medida em que é preciso suspender o trabalho e até afastar temporariamente algum empregado de suas funções.

Além disso, quando se trabalha em um ambiente bem estruturado, bem dividido, com ventilação e iluminação adequadas (um ambiente mais ergonômico), os funcionários se sentem mais estimulados e dão o melhor de si na execução das tarefas.

Assim, produz-se mais em menos tempo e com mais qualidade.

O layout de armazém da empresa em que trabalha é eficiente? Já toma os cuidados citados acima? Quais dificuldades encontra para desenvolver o layout ideal? Faça um comentário no espaço abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This