Conheça as 5 melhores alternativas para a armazenagem de grãos

A correta armazenagem de grãos está nitidamente ligada com o sucesso de uma safra. Afinal, muitos produtores rurais perdem centenas de milhões de reais em razão de problemas neste sentido, representando prejuízos na ordem de 20% de tudo o que é produzido no campo.

Da temperatura inadequada a estruturas mal construídas, a armazenagem incorreta é um setor que necessita de inúmeras melhorias. Por isso, é preciso seguir algumas dicas que estejam sintonizadas com a melhoria na qualidade dos produtos. 

É o que mostraremos neste post por meio de cinco dicas infalíveis para a correta armazenagem dos grãos, sejam eles a granel, em silos ou armazéns herméticos. 

1. Invista em estruturas adequadas     

Carunchos, traças, pequenas mariposas, ratos, microrganismos e outras pragas são os principais vilões na má armazenagem dos grãos.

Uma alternativa é construir galpões que contenham uma estrutura fortalecida para evitar a umidade e também a entrada de outros tipos de inimigos dos grãos. 

Coberturas de lonas com uso temporário é uma alternativa viável e mais econômica no correto armazenamento, evitando situações que tragam prejuízos na safra. 

Como a umidade dos grãos não deve ser superior a 13%, é preciso que a estrutura esteja devidamente dentro dos padrões de qualidade, evitando oscilações. Para isso, piso, telhado e paredes necessitam de boas condições de impermeabilização.  

2. Monitore a armazenagem de grãos   

Sabendo que o controle dos grãos por um longo período de tempo contribui para vendas mais promissoras, a manutenção da qualidade passa por um devido acompanhamento. 

Utilize os recursos tecnológicos para controlar as dosagens recomendadas pelos fabricantes de inseticidas e também a manutenção do produto na lona dentro do período de exposição. Sistemas de rastreabilidade também auxiliam neste sentido.  

Faça sempre uma inspeção, observando todos os pontos do galpão e oriente os funcionários paraa ficarem atentos quanto a possíveis interferências que estejam afetando a qualidade dos grãos.  

3. Conte com acessos para facilitar a logística 

Os acessos adequados para caminhões contribuem para otimizar o tempo ao longo do transporte até o mercado consumidor. 

Trata-se de um setor que está ligado com a limpeza do local de armazenamento, ou seja, a qualidade dos grãos não passa apenas pela colheita, mas também pela secagem e combate aos insetos.

Ao investir em um acesso para carregamento bem adequado, as perdas se reduzem significativamente, tendo em vista a necessidade de eliminar possíveis focos de contaminação.

4. Mantenha a ventilação em níveis corretos  

A armazenagem de grãos em galpões precisa sempre priorizar a devida ventilação para manter afastados os inimigos da produção agrícola. 

O controle da umidade passa pela aeração, com o objetivo de baixar e uniformizar a temperatura, promovendo a secagem ou reumedecimento dos grãos.

Para isso, é preciso se atentar a esse ponto, sempre de olho na boa conservação dos grãos armazenados, mantendo o equilíbrio interno com o ar. Nesse aspecto, o uso de ventiladores é fundamental, inclusive sempre com atenção aos níveis de ruídos. 

5. Mantenha os funcionários conscientes e capacitados 

Mesmo com os investimentos para evitar perdas no armazenamento de grãos, um ponto que não pode fugir do seu check-list está ligado com à devida conscientização dos funcionários da fazenda. 

Isso porque são eles que estarão em contato direto com a produção e colocando em prática as orientações preventivas. Ou seja, estimule a participação dos colaboradores em cursos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e faça reuniões com as dicas e práticas adequadas. 

Dessa maneira, certamente seus grãos ou sementes estarão sempre com a qualidade assegurada, mantendo a competitividade e ganhos de novos mercados. 

E aí, gostou do nosso post? Ficou com alguma dúvida? Então deixe aqui o seu comentário!   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This