5 dicas para melhorar o controle de estoque da sua empresa

Todos os diretores e gestores do setor de logística sabem que, para garantir que qualquer negócio mantenha sua operação, é preciso que a cadeia de suprimentos funcione eficazmente. Para que isso ocorra, é preciso que o estoque esteja sempre preparado para atender toda a empresa, garantindo que sempre existam produtos disponíveis para os clientes e que a empresa não tenha suas ações interferidas.

O gerenciamento do estoque não é simples, exigindo bastante atenção e cuidados especiais dos gestores. Ele envolve todo o controle e registro dos itens utilizados na empresa, além de monitorar as saídas, ou seja, as vendas, garantindo que não existam muitos produtos estocados e que não falte nenhum item que os clientes possam eventualmente querer.

Sabendo da dificuldade e da complexidade em se obter um controle de estoque ativo, separamos neste post 5 dicas para ajudá-lo a reduzir os custos operacionais, otimizar a produtividade e garantir que sempre existam produtos disponíveis!

1. Faça um levantamento e o registro dos itens

Para realizar o controle do estoque, é preciso que os responsáveis saibam exatamente quais são os produtos utilizados e comercializados. Dessa forma, é necessário que os diretores, em conjunto com o time responsável pela logística e suprimentos, façam um levantamento de todos os itens e posteriormente um cadastro.

A catalogação dos itens pode ser feita e controlada em uma planilha de Excel ou um software de gestão que permita a gestão do estoque. Obviamente, a segunda opção é mais confiável e prática, garantindo maior controle e otimizando os trabalhos.

2. Registre as entradas e saídas do estoque

Para que os diretores controlem o estoque e garantam a operação da empresa, é imprescindível que todas as entradas e saídas do estoque sejam devidamente apontadas na plataforma de controle. Somente com esses registros atualizados é possível ter certeza das quantidades estocadas e da necessidade ou não da compra de novos itens.

3. Desenvolva processos internos

Além de cadastrar os itens e controlar todas as movimentações do estoque, é preciso que os dirigentes montem, juntamente com o time, procedimentos internos que devem ser seguidos por toda a equipe.

Uma dica é montar fluxogramas e descrições das atividades relacionadas ao estoque, como:

  • reposição de itens,
  • verificação física do estoque,
  • inventário,
  • solicitação de compras,
  • entre outros.

Todos os processos da empresa precisam ser escritos, publicados e apresentado para todo o time. Somente assim os procedimentos serão seguidos e os resultados esperados serão alcançados.

4. Conheça a disponibilidade da estrutura

Outro ponto que deve ser considerado quando se trata do controle do estoque é a disponibilidade da estrutura da empresa. Deve-se conhecer o tamanho dos galpões e áreas de armazenamento dos produtos. Somente assim o negócio poderá estocar os itens corretamente e garantir que não falte espaço no estoque.

5. Planeje as compras de acordo com as movimentações

Por último, para garantir que sempre existam itens disponíveis e que a operação da empresa não seja prejudicada, deve-se planejar as compras de acorda com as saídas do estoque. Além disso, realizar a compra de forma planejada evita itens armazenados de forma demasiada, otimizando também o fluxo de caixa da empresa.

Gostou das nossas dicas para melhorar o controle de estoque da sua empresa? Conhece outras que deixamos de citar? Então não deixe de comentar abaixo e compartilhar conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This